segunda-feira, 1 de junho de 2009

Concerto pela Stuttgart Music School Symphonic Youth Wind Orchestra

A culminar a estadia da Stuttgart Music School Symphonic Youth Wind Orchestra em Gouveia, a referida Orquestra de Sopros realizou um concerto no dia 30 de Maio, pelas 21h30, no Grande Auditório do Teatro-Cine de Gouveia.

Sob a direcção do Maestro Dr. Leon J. Bly o concerto abriu com a "Overture in C" de Louis Jadin, uma abertura da altura da Revolução Francesa, na qual a Orquestra utilizou uma instrumentação reduzida. Já com a Orquestra na sua totalidade foi executado "The Dream of Oenghus" de Rolf Rudin, um poema sinfónico que descreve a saga do Príncipe Oenghus, a quem durante o sono aparecia uma rapariga a tocar flauta. Seguiu-se "Ronde for Isolde" de David Bedford, que consiste em variações sobre a obra “Ronde” do compositor do século XVI Tielman Susato. A primeira parte ficou concluída com "Triumphal Ode" de Howard Hanson, uma composição com um único movimento, numa forma quase-sonata.


No inicio da segunda parte foi feita a estreia mundial de "Carnival for Band" de David Mason, uma suite que parodia a obra "Carnaval dos Animais" de Camille Saint-Saens. Esta obra foi composta para o 150º Aniversário da Stuttgart Music School e como presente ao Dr. Bly ,que se irá reformar da Orquestra no próximo Julho. Viveu-se então aquele que foi o momento alto do concerto, pois encontrava-se entre o público o compositor americano David Mason, que veio propositadamente a Gouveia para ouvir a execução da sua obra, sem que a Orquestra soubesse da sua presença. Seguiu-se "Satiric Dances" de Norman Joio, que transpõe para música os dramas satíricos do escritor grego Aristophanes. Após a habitual troca de lembranças entre a Orquestra e as entidades organizadora, o concerto foi concluído com "English Folk Song Suite" de Vaughan Williams, uma suite constituída por temas tradicionais inglesas. Como agradecimento ao público, que não regateou aplausos, a Orquestra executou mais um tema, agora de carácter mais ligeiro, como encore.

Nenhum comentário: